fbpx

Organização fiscal: dicas simples para sua empresa!

Organização fiscal: dicas simples para sua empresa 

Cada empresa, grande ou pequena, está sempre preocupada com uma coisa: gerir o dinheiro. Gestão financeira e organização fiscal adequada é crucial para sobreviver a uma economia volátil e também à concorrência. As pequenas empresas, especialmente, precisam ser cautelosas com suas decisões financeiras desde o início.

É preciso mais do que apenas uma boa ideia para colocar um negócio em prática. Toda empresa precisa de uma estrutura financeira que gere lucro para permanecer credível. Nem todos os empresários, no entanto, são peritos em lidar com as finanças.

Mas isso não significa que toda a esperança está perdida. Confira nos tópicos abaixo algumas dicas para conseguir uma ótima organização fiscal.

1. Use softwares de gestão e organização fiscal modernos

Usar ferramentas ultrapassadas, ou que sofrem de desordem digital, pode tornar difícil a otimização do tempo no trabalho — e os pequenos empresários sabem que o tempo
otimizado é uma atividade fundamental no caminho para o sucesso.

Para aumentar a produtividade e rentabilidade, as pequenas empresas podem implementar algumas melhorias organizacionais simples, principalmente com softwares de gestão e organização fiscal.

O software fiscal com gestão integrada ao seu negócio vai te fornecer, além de uma
organização com suas obrigações tributárias, insights em tempo real sobre a empresa.

Se você está em casa, no escritório ou está viajando, você pode trabalhar convenientemente com seus dados de onde você for melhor.

2. Eduque-se
Uma das primeiras coisas que você deve fazer é educar-se sobre os vários aspectos das finanças. Para começar, aprenda a ler as demonstrações financeiras (se você ainda não sabe como).

Esta é uma declaração importante que diz tudo sobre o seu dinheiro — de onde se originou, por onde passou, e onde está.

As demonstrações contábeis contêm 4 detalhes essenciais: demonstração de fluxo de
caixa; demonstração de resultados; balanço patrimonial e demonstração do patrimônio
líquido.

O demonstrativo de fluxo de caixa analisa as atividades operacionais, investimentos
e entrada/saída financeira. O balanço fornece informações relacionadas aos ativos,
passivos e patrimônio líquido da companhia.

A demonstração do resultado reflete a receita obtida dentro de um período de tempo específico. O patrimônio líquido representa o valor pelo qual a empresa é financiada, por meio de ações ordinárias e preferenciais.

3. Separe finanças pessoais das empresariais

Mantenha sempre suas finanças pessoais e empresariais separadas. Isso implica obter um cartão de crédito do negócio e colocar todas as despesas relacionadas com ele. Isso deve ajudá-lo a controlar seus gastos e manter a organização fiscal pessoal e do negócio.

Você também vai fazer bem se abrir uma conta poupança dedicada ao seu negócio, para qual você pode transferir uma certa quantia de dinheiro de cada pagamento que você recebe e, gradualmente, construir um montante considerável. Você pode usar esse dinheiro para pagar impostos ou reinvestir na empresa.

4. Corte custos

É importante que os empresários mantenham suas despesas sob controle sem prejudicar a satisfação do cliente. Isso, especialmente, vale para pequenas empresas.

Em cada negócio trabalhamos com dois tipos de custos: fixo e variável. Embora os custos fixos tenham que ser suportados independentemente de sua empresa estar ganhando dinheiro ou não, há espaço para economias em custos variáveis.

Por exemplo, ao invés de pagar altas contas telefônicas, conduza chamadas on-line
gratuitas, e faça videoconferências, em vez de percorrer distâncias em viagens.

5. Monitore e meça desempenho

É crucial que você, como proprietário de uma empresa, acompanhe o movimento de seu dinheiro, especialmente quando grandes quantidades estão envolvidas. Continue olhando para o desempenho financeiro da sua empresa em comparação com as demonstrações financeiras anteriores, para projetar suas receitas futuras, despesas e fluxo de caixa.

Estar ciente desses aspectos irá ajudá-lo a tomar decisões informadas para o seu negócio.

6. Contrate ajuda profissional

Todo mundo precisa de ajuda, especialmente um empresário interessado em fazer um
enorme sucesso de seu empreendimento. Às vezes, vale a pena contratar os serviços de um especialista, mesmo que seja em tempo parcial.

Eles podem ajudá-lo a determinar onde está sua empresa e aonde está indo, usando e analisando seus dados.  No entanto, certifique-se de contratar alguém de confiança, como os profissionais da Auditto.
 

Post by Andressa Moraes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://auditto.com.br/wp-content/themes/hazel/
https://auditto.com.br/
#26ade4
style1
paged
Carregando...
/var/www/auditto/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
no
yes
off
off
off