O sistema tributário e fiscal brasileiro é complexo e, muitas vezes, gera dúvidas aos gestores. Consequentemente, por conta de uma contabilidade inadequada, os problemas fiscais podem surgir e comprometer a saúde financeira e o sucesso da empresa como um todo.

Mas é possível sanar essas dificuldades por meio de uma gestão eficiente e de um acompanhamento efetivo — que também é o grande desafio de muitos empresários. Por isso, criamos este post. 

Reunimos informações importantes para você evitar os problemas fiscais e seus riscos eminentes para que seja possível dedicar esforços ao que é realmente importante para a empresa. Acompanhe!

Você sabe o que são problemas fiscais?

Quando um CNPJ é aberto, o empresário passa a ter uma série de responsabilidades que visam regularizar a atividade, profissionalizar a atuação e proporcionar uma série de vantagens à empresa. Entre as principais responsabilidades, destacamos o pagamento de impostos, que deve ser feito ao governo conforme as características da empresa e de acordo com o regime tributário escolhido.

Nesse sentido, é preciso apurar os valores e as declarações dos tributos para que tudo seja pago dentro do prazo. No entanto, com a rotina agitada do empresário, é comum que alguma obrigação não receba a devida atenção. Consequentemente, os problemas fiscais surgem e desestabilizam a empresa, gerando problemas, muitas vezes, irreversíveis.

Quais são as consequências dos problemas fiscais para as empresas?

As principais consequências que as empresas sofrem por conta de problemas fiscal são financeiras. Ter que arcar com multas, juros e custos contábeis e jurídicos para regularizar a situação pode comprometer muito a saúde financeira do negócio.

Além disso, as dívidas tributárias geram dificuldades para obter créditos e o impedimento de participação em licitações. Há casos, inclusive, por conta da inscrição em dívida ativa, que a empresa é impedida de emitir notas fiscais. Em situações mais graves, há o risco de o empresário ser preso.

Não podemos deixar de mencionar que os problemas fiscais afetam também a organização das informações contábeis. Dessa forma, será preciso dedicar muitas horas para que os ajustes sejam feitos.

Quais são os problemas fiscais mais comuns?

Os problemas fiscais afetam empresas de todos os portes e segmentos, sendo, infelizmente, bem comuns. Conhecer os principais problemas é uma forma de identificá-los de uma forma fácil, atuando para que sejam corrigidos e, principalmente, evitados. Abaixo, listamos os principais problemas fiscais das empresas.

Pagar impostos com atrasos

Cada imposto tem um prazo de pagamento, que varia de acordo com o regime tributário e com as condições específicas. Há declarações que precisam ser feitas de forma trimestral e outros pagamentos que devem ser mensais.

E os problemas fiscais começam justamente com a desorganização dos prazos. O imposto atrasado causa irregularidades com o governo, além de gerar multas.

Não se adequar às mudanças da legislação

A legislação brasileira passa por constantes transformações em regras e exigências. Deixar de acompanhar essas mudanças pode causar grandes prejuízos. Essas mudanças impactam o Simples Nacional e demais regimes tributários, por exemplo. É preciso ficar sempre de olho para poder atuar de acordo com o que é solicitado.

Escolher o regime de tributação errado

E por falar em regime tributário, a escolha inadequada também gera problemas fiscais. Fazer a escolha errada faz com que a empresa pague taxas e tributos que não estão de acordo com o porte da organização. E isso interfere todo o planejamento fiscal. Quando a empresa mantém uma gestão financeira rigorosa, ou seja, com acompanhamento, ela consegue fazer projeções e identificar possíveis gargalos.

E como evitar os problemas fiscais?

Quem deseja ficar longe dos problemas fiscais precisa ter atenção em algumas dicas que têm o objetivo de melhorar a organização e gestão fiscais, colocando a empresa em uma situação segura. Veja!

Realize um bom planejamento fiscal

O planejamento fiscal auxilia no gerenciamento do pagamento de taxas e tributos. Dessa forma, há a possibilidade legal de reduzir os custos da carga tributária. Por meio do planejamento tributário é possível também escolher o regime tributário que seja melhor para o negócio, trazendo inúmeras vantagens à empresa.

Acompanhe as boas práticas de gestão fiscal

Para evitar os problemas fiscais, é essencial adotar práticas de gestão que evitam dores de cabeça com a Receita Federal e com o Ministério do Trabalho. O contador, nesse caso, assume um papel importante. É ele quem poderá ajudar em casos de dúvidas e dificuldades. Além dele, é interessante ter uma cultura de compliance fiscal.

Realize periodicamente auditorias internas

As auditorias internas visam avaliar as áreas contábeis, fiscais e trabalhistas. Também chamadas de auditorias preventivas, elas ajudam a garantir a qualidade dos serviços e identificar de forma precoce situações que possam prejudicar o negócio.

Armazene os documentos fiscais de forma correta

Caso a Receita Federal vá à sua empresa em uma eventual fiscalização, é indispensável que você forneça as informações solicitadas. Logo, o armazenamento dos dados fiscais é outra forma de evitar problemas. A tecnologia ajuda a guardar essas informações de um jeito seguro e que seja fácil de acessar quando for necessário.

Use a tecnologia para evitar problemas fiscais

A tecnologia, como mencionamos, é uma ótima aliada da contabilidade. Para auxiliar no armazenamento dos documentos fiscais, no pagamento dos tributos dentro do prazo e na apuração do período, um software de gestão fiscal é uma excelente ferramenta. Além de evitar erros e atrasos na rotina, também organiza os processos e proporciona mais segurança, evitando eventuais sanções advindas dos órgãos competentes.

Vimos que os problemas fiscais são comuns na rotina de muitas empresas, mas que podem ser evitados por meio de uma gestão completa e eficiente. Mais uma vez, destacamos a tecnologia. Em uma rotina repleta de atividades e afazeres, é realmente difícil atender a todas as demandas de forma manual. Então, um software de gestão fiscal automatiza diversas tarefas e ainda previne que os pagamentos de impostos e tributos sejam feitos fora do prazo, evitando punições como juros e multas.

E você, como tem evitado os problemas fiscais da sua empresa? Sabia que a Auditto oferece soluções únicas para um ambiente fiscal e contábil diversificado? Acesse o nosso site e saiba mais!

Sobre a Auditto

A Auditto é uma empresa especialista na oferta de soluções completas de software de alto valor tecnológico para redução da carga tributária, recuperação de créditos e compliance fiscal.

Siga-nos em nossas redes: