O que é auditoria fiscal? Qual a importância?

8/10/2020 | Auditoria, Auditto Explica, Blog | 0 Comentários

Você sabia que a auditoria fiscal pode ser muito vantajosa para uma empresa? É comum, no entanto, que muitos gestores tenham dificuldades em enxergar este conceito como gerador de custos. No entanto, ele evita uma série de problemas devido a erros tributários e garante o cumprimento correto das obrigações.

Diante da importância do assunto, reunimos neste texto informações que explicam melhor o que é auditoria fiscal, como ela funciona e qual é a sua importância para a empresa. Continue a leitura para se informar acerca do tema!

O que é a auditoria fiscal?

Não há como negar que a legislação brasileira é complexa. Ela é composta por três níveis de governo: Federal, Estadual e Municipal — responsáveis por recolher tributos. Qualquer divergência fiscal ou tributária pode gerar infrações graves à empresa. Por isso, a auditoria fiscal recebe relevância.

Mas o que é? Muitos gestores não gostam nem de ouvir esse termo, mas não há motivos para pânico. A auditoria fiscal nada mais é do que uma atividade para inspecionar e controlar a situação tributária de um empreendimento. O auditor, profissional responsável pelo procedimento, verifica se os impostos foram pagos em dia, se a legislação está sendo cumprida sem erros e se há alguma vantagem fiscal que pode ser interessante para a empresa.

Como esse processo funciona?

Tudo começa com a escolha do auditor fiscal, que não deve ter vínculos empregatícios com a empresa. O profissional, geralmente, é um contador, pois deve ser qualificado para a função e ter experiência na área. O ideal, sendo uma empresa especializada ou um auditor autônomo, é que o responsável conheça profundamente a legislação fiscal, os processos contábeis e o setor financeiro.

O processo acontece de forma discreta e imparcial. O auditor averigua os documentos da empresa para que compare os tributos que foram pagos com as finanças do empreendimento. O foco do profissional é analisar se houve alguma fraude, algum erro no pagamento de imposto ou, até mesmo, alguma falha nos processos.

Ao final do procedimento, o gestor da empresa recebe uma avaliação detalhada feita pelo auditor, que também sugere recomendações de ações que podem ser implementadas e sugestões para um planejamento tributário adequado.

Na maioria das vezes, o auditor avalia o pagamento dos tributos que envolvem as três esferas do governo: Municipal, Estadual e Federal. De um modo geral, ele verifica:

  • comprovantes de recolhimento de Contribuição Social, IPI, IRPJ, ISS, ICMS, PIS e COFINS;
  • escrituração fiscal contábil;
  •  comprovantes de cálculo de impostos, etc.

Por que a auditoria fiscal é importante?

De acordo com as explicações abordadas ao longo deste texto, já deu para notar que a auditoria fiscal não é sinônimo de gasto financeiro, mas sim a garantia de que os processos estão dentro da legislação. Seus benefícios ainda envolvem:

Prevenção de problemas

Por realizar uma avaliação detalhada do pagamento de impostos, a auditoria fiscal atua de forma preventiva, principalmente se for feita de forma periódica. Assim, é possível evitar fraudes e falhas que, eventualmente, poderiam prejudicar a empresa.

Correção de falhas

O auditor fiscal elabora um relatório com todas as informações dos documentos avaliados e dos processos que podem ser adotados para a correção dos problemas menos complexos. Então, indica exatamente quais foram as falhas e as ações que podem ser aplicadas para as suas soluções.

Recuperação dos impostos

É comum que muitos gestores façam os recolhimentos dos tributos em regimes diferentes do que poderiam adotar. Nesse caso, ele paga mais imposto do que deveria. Com a avaliação do auditor, por outro lado, o recurso de recuperação de imposto é usado para o desenvolvimento da empresa. Inclusive, resulta em um planejamento tributário mais estratégico e sustentável.

Como preparar a empresa para receber uma auditoria fiscal?

Para tornar o papel do auditor fiscal mais relevante e eficiente, é válido adotar algumas ações para que, no dia do processo, tudo ocorra de forma segura e tranquila. Veja!

Reúna os documentos necessários

Os documentos da empresa precisam estar organizados, afinal, são parte essencial para a atuação do auditor. Para agilizar o procedimento, reúna os documentos necessários, dispondo-os em um local de fácil acesso.

Apure os impostos do jeito certo

Os livros de apuração tributário também serão analisados. Por isso, a apuração dos impostos precisa ser feita de forma adequada. Caso contrário, o auditor terá que exigir mais documentos, o que poderá levar mais tempo para que o processo seja realizado.

Recupere os documentos perdidos

Se a gestão de documentos da empresa não é feita de forma adequada, é possível que alguns arquivos XML correspondentes às notas fiscais não tenham sido armazenados. É permitido, no entanto, recuperar o XML de forma manual ou robotizada.

Como vimos, a auditoria fiscal é uma forma de manter a segurança da empresa. Ela evita prejuízos financeiros e até fraudes. Para que o empreendimento não seja penalizado e não prejudique a sua reputação e credibilidade, investir neste processo é fundamental.

As informações do texto foram úteis para você? Aproveite para saber como garantir o cumprimento da legislação fiscal.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Auditto

A Auditto é uma empresa especialista na oferta de soluções completas de software de alto valor tecnológico para redução da carga tributária, recuperação de créditos e compliance fiscal.

Siga-nos em nossas redes: