fbpx

O FSist parou de funcionar, e agora? Auditto é a solução!

O FSist parou de funcionar, e agora? Auditto é a solução!

Já havíamos noticiado algumas semanas atrás que a Sefaz impediu a consulta de XMLs sem Certificado Digital. Agora, quem costumava baixar XML da NF-e usando o FSist não irá mais conseguir em definitivo. A lei que entrou em vigor a partir dos ajustes Sinief 16/18 e Sinief 17/18 impede a utilização de sites que utilizam formas ilegais para busca de Notas Fiscais Eletrônicas. Esses ajustes dizem respeito à exigência do uso de Certificado Digital para consulta e baixa desses arquivos. 

Ou seja, agora, os serviços como o FSist que ofereciam a consulta de XML da NF-e ou CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) por meio da chave de acesso, incluindo o endereço de consulta pelo site da Sefaz, estão impedidos de trabalhar da mesma maneira. Portanto, passa a ser obrigatório o uso do certificado digital A1 ou A3

No aviso, publicado no Diário Oficial da União no dia 01 de novembro de 2018, o CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária) informa que “A disponibilização completa dos campos exibidos na consulta de que trata o caput desta cláusula será por meio de acesso restrito e vinculada à relação do consulente com a operação descrita na NF-e consultada, nos termos do MOC”.

Em 22 de março desse ano a consulta de NF-e sem certificado digital parou de funcionar para os estados de SP, RJ, MT, RS, AM, BA e PB. E desde fevereiro, os estados de AL, AP, RO, RR e TO já aderiram aos novos ajustes. Agora, essa lei já está valendo em todo o Brasil. 

Essa alteração faz com que o funcionamento de sites como FSist, DANFe Online e o próprio site da Sefaz, sejam afetados pela nova regra. Esses sistemas utilizam robôs que trabalhavam acessando o portal da Sefaz para copiar o conteúdo do site e construir uma nota artificialmente, como se fosse uma imagem reproduzida da verdadeira Nota Fiscal. Contudo, nem mesmo a Sefaz pode disponibilizar esse conteúdo sem o Certificado Digital apropriado, ou seja, essa imagem da nota não tem valor.

Como resolver?

Estão dizendo por aí que existe apenas uma ferramenta que utiliza vias oficiais do governo para baixar XML de NF-e sem certificado digital. Mas não é verdade. Também dizem que fazem consulta, monitoramento e download de NF-es e CT-es sem depender de chave de acesso. Também não verdade! Porém, existe uma solução: Auditto!

A Auditto sim é a única ferramenta COMPLETA para essa operação e que oferece validade jurídica da Nota Fiscal. Sem a validação da qualidade da informação, o arquivo XML vira apenas mais um documento. Não adianta usar um sistema de consulta de NF-e sem certificado digital. Ali estará apenas uma imagem que não serve para realizar a correta gestão dos Documentos Fiscais eletrônicos. 

Se antes, o processo de conseguir uma NF-e por chave de acesso já demorava um bom tempo, hoje acaba sendo ainda mais complicado, principalmente para quem precisar consultar NF-e de terceiros, ou seja, no caso de uma empresa não ter acesso ao certificado digital do destinatário. E apenas fornecer uma assinatura digital do sistema ou da empresa não funciona, é preciso fazer certo!

Os serviços, como o FSist, que utilizavam a chave de acesso e a quebra do captcha (código de números e letras embaralhadas) para conseguir baixar o XML sem certificado digital já deixaram de oferecer o download desses arquivos, já que a busca por documentos fiscais era realizada por meio de robôs que acessavam o portal da Sefaz, copiavam o conteúdo do site e construíam uma nota artificialmente. O que é ilegal.

Como a Auditto faz?

Para obter uma gestão de Documentos Fiscais Eletrônicos totalmente estruturada é preciso ir além do básico: faz-se necessário inserir tecnologia que seja completa de verdade nos processos contábeis, e automatizá-los. Ter um sistema que apenas visualiza e armazena notas fiscais eletrônicas em nuvem se tornará um paliativo que não traz um diagnóstico total da sua gestão de DFEs.

Normalmente, para se fazer o controle preciso das notas fiscais, é necessário baixar e analisar os arquivos XML por completo. Mas como você tem certeza de que todas aquelas informações das notas são exatamente as que foram registradas, e se não tem erros? 

Sem esses dados, a apuração de impostos das notas fica comprometida e a gestão de DFEs também. Nesse ponto, ter o controle total dessas informações e das finalidades com validação legal disso é o ideal. Ao contrário do FSist e de outras ferramentas do mercado, o sistema Auditto permite que você controle todos os detalhes, auxiliando no fechamento contábil dos seus clientes, com inteligência artificial de ponta. E o melhor: todo o armazenamento é em nuvem!

O sistema tem um fluxo de validação, o “docflow”, que automaticamente consulta as informações contidas nos arquivos XML de maneira direta, sem que o cliente ou a contabilidade precise entrar em portais dos órgãos competentes (Sefaz e Receita Federal, por exemplo) para verificar a veracidade da nota, proporcionando a validação da mesma. O Auditto já identifica esses pontos e mostra se todos os dados estão corretos, apontando as possíveis falhas já na entrada. Coisa que outras ferramentas, como o FSist e concorrentes, não fazem.

Como é o docflow?

Contar com uma solução tecnológica baseada em inteligência digital como o sistema Auditto, que utiliza o certificado digital A1 ou A3 para realizar a consulta de todas as NFes emitidas contra o CNPJ, automaticamente direto da Sefaz, é o ideal para quem deseja obter a excelência em gestão de Documentos Fiscais Eletrônicos, como NF-e e CT-e, entre outros.

Sem um sistema que seja completo, seu negócio não conseguirá atingir um nível de organização estratégica satisfatório para a gestão de documentos fiscais, podendo, inclusive, perder dinheiro sem saber. 

É de forma preventiva que o Auditto age. Além da consulta de NF-e de forma automática em 2019, o Auditto também oferece a gestão de DFEs em sua forma mais completa. O software não só realiza a consulta de NF-e, CT-e e NFS-e como também suporta o upload de outros tipos de documentos, oferecendo ainda a possibilidade de centralização de informações e alertas de inconsistências nas notas e outros documentos pelo exclusivo fluxo de validação. Nem de longe dava para fazer isso só com o FSist e outros, não é mesmo?

De forma contínua, o sistema valida e revalida os dados dos arquivos XML cruzando as informações da base da Sefaz com a sua própria base de dados, atualizando o status da nota em tempo real. Isso permite acusar os pontos com inconformidade e que podem ser corrigidos a fim de uma gestão de DFEs 100% eficaz. Por exemplo: se o cliente cancelar uma nota, sendo que ele tem apenas 24 para executar essa operação, o sistema fica monitorando automaticamente, de maneira proativa, para verificar se houve confirmação ou cancelamento.

Ou seja, não basta fazer apenas a captura e guarda dos arquivos XML, como o FSist fazia e sistemas similares. É preciso ter certeza da qualidade dos dados das notas fiscais. Sendo assim, é preciso que o software de automação e gestão seja robusto e com algumas funções a mais que os encontrados no mercado, principalmente os que se oferecem de forma gratuita. Fuja deles!

A única solução completa!

Ao contrário do FSist e de outras ferramentas, o sistema Auditto garante a validade jurídica do documento e não apenas uma imagem para fins organizacionais. Assim, o cliente e a própria contabilidade ficam totalmente resguardados de possíveis erros. E o que é melhor: conseguem chegar nesse nível de excelência de uma maneira muito mais rápida!

Somente o Auditto consegue validar as informações completas de um XML. Isso é possível pelo cruzamento de dados com diferentes órgãos governamentais (além de “conversar” com o ERP do cliente), o que fornece uma visão do compliance da informação. Caso algum parâmetro esteja minimamente inconsistente, o sistema acusa e permite a correção imediata antes da entrega das obrigações.

Através do sistema é que todos os dados são imputados para uma correta classificação, resultando em um excelente controle operacional. Ou seja, o fluxo de validação é que garante esse controle.

Se você ainda não conta com um sistema como esse, avalie, revise e analise sempre a operação fiscal do seu cliente – ou da sua empresa. O Auditto demonstrará a melhor saída contra possíveis erros e será o facilitador de processos.

Portanto, fique tranquilo. Não tem mais o FSist, mas você tem a Auditto!

 

Por Atracto

Post by Saulo Novaes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
image
https://auditto.com.br/wp-content/themes/hazel/
https://auditto.com.br/
#26ade4
style1
paged
Carregando...
/var/www/auditto/
#
on
none
loading
#
Sort Gallery
on
no
yes
off
off
off